9 de abr de 2011


    
                                  Estou deitada pensando em você !
Pensando em quanto tempo já passou, quantos momentos já vivemos, e o quanto estou presa a você.
No início foi um sentimento estranho, sei lá, arrependimento ? medo da solidão ? Sinceramente eu não sei. É algo difícil de explicar.
Mas foi a partir desse ''estranho'' que começou a crescer uma coisa grande, muito forte, que nem o tempo foi capaz de apagar.
Bem que eu tentei! Eu não queria me prender quando eu tinha acabado de me livrar dos braços de outro amor, eu não queria amar novamente; eu tinha medo.
Mas foi incontrolável, quando eu vim perceber já era tarde demais, eu não tinha mais tempo e nem força para lutar contra ...
Aí foi que eu não entendi nada !
Áh ! O amor . É tão indecifrável, tem sempre um mistério no ar.
Você me ensinou a amar novamente. Se no final der errado pode deixar, eu assumo toda a culpa ; pois eu não me arrependo de nada e cada dia é uma nova experiência para mim.
Áh, como eu te amo .
Eu não sei como explicar com palavras, gestos, o tamanho do amor que eu sinto por você.
Hoje, você é o meu tudo, é o meu mundo ...

                                   ' E pra sempre eu vou
                                                 te amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, queridas (os) .
Fiquem à vontade para comentar :)
Sua crítica ou o seu elogio vai me ajudar sempre .
- Quem me seguir, eu retribuo. Deixem o link de vocês.
Beijnhos